Programação explicativa: entenda como a metodologia aproxima os jovens da tecnologia

julho de 2022

Autor: Renato Azevedo Sant Anna

A programação explicativa é, atualmente, uma excelente maneira para auxiliar o processo de ensino-aprendizagem dos jovens. Essa metodologia envolve, acima de tudo, o uso do pensamento computacional aplicado ao setor de educação de forma interdisciplinar para jovens em idade escolar.

O grande diferencial da programação explicativa está em habilitar o aluno a interagir com a tecnologia. Dessa forma, o estudante pode despertar a curiosidade pela área. Assim como aprender de uma maneira interativa e bidirecional.

Constantemente o aprendizado tradicional coloca o aluno como um espectador do seu processo educacional. Contudo, fornecer ferramentas via a interação gamificada torna o processo de aprendizado mais prazeroso.

Nesse cenário, é necessário o uso de ferramentas especialmente desenhadas para isso. Por outro lado, os professores também precisam receber treinamento adequado.

Segundo a ACM, o uso de “motivação instrumental” é uma estratégia que utiliza a gamificação para possibilitar o entendimento de vários conceitos computacionais.

Um jogo de blocos virtual, por exemplo, permite ao estudante abstrair funções computacionais fundamentais. Assim como princípios matemáticos e físicos que são base para disciplinas do currículo escolar, por meio de simulações de fenômenos como diferentes interações entre os blocos usados no jogo.  

Portanto, uma visão interdisciplinar do uso da tecnologia é fundamental para o aprendizado do pensamento computacional. Do mesmo modo,  também desenvolve habilidades necessárias em um mundo cada vez mais conectado e digital.


Compartilhe nas redes sociais Compartilhe nas redes.