Cloud Computing: A simplificação gestacional da infraestrutura de TI

janeiro de 2022

Autor: Renato Azevedo Sant Anna; Co-autora: Lara Miranda

No começo dos anos 2000, houve uma mudança de paradigma computacional em que os núcleos de processamento começaram a migrar para um ambiente de Cloud Computing, no qual não existem mais servidores físicos a serem gerenciados, mas sim máquinas virtuais que fornecem maior flexibilidade, robustez e segurança num único ponto de contato.

Segundo artigo da ACM, hoje, dois terços dos gastos corporativos com Tecnologia da Informação são relacionados a ambientes de Cloud Computing.  Ou seja, cerca de um terço dos investimentos que ainda são direcionados para manter a infraestrutura tecnológica física da empresa, tenderão a migrar para a Cloud Computing nos próximos anos. 

Os benefícios para a organização são muitos: a redução da complexidade do gerenciamento, ter a infraestrutura de T.I. sempre atualizada, a otimização de gastos com a melhor relação custo-benefício, entre outros. Por exemplo, com o uso de APIs, o gerenciamento de servidores por meio de máquinas virtuais pode ser feito de maneira facilitada e escalável.

O oferecimento de serviços gerenciados para ambientes Multicloud, por provedores de Cloud Computing, como a FC Nuvem, possibilitam a otimização do ambiente tecnológico do cliente com a máxima flexibilidade e robustez de modo a evitar impactos na operação.  

A principal vantagem para as organizações ao utilizar a Cloud Computing é ter um parceiro de confiança para ajudar no gerenciamento da complexidade da infraestrutura tecnológica e prover alta disponibilidade das informações.  Por exemplo, existem serviços de virtualização de Desktops, que permitem o acesso do ambiente de trabalho do usuário de qualquer lugar, com a conveniência e a versatilidade de concentrar todas as aplicações em um único local com segurança e facilidade de acesso também por dispositivos mobile.

Concluindo, o futuro da Cloud Computing está em simplificar o uso da tecnologia como meio de geração de valor para a organização de maneira contínua, por meio de práticas como o DevOps e o DevSecOps.


Compartilhe nas redes sociais Compartilhe nas redes.